Sexta-Feira,
19/01/2018

Início > Artigo


Amor à primeira vista. Ruth Vilela de Andrade tem paixão declarada por cavalos. Filha de agropecuaristas, ela é escritora e, atualmente, vive um momento de prestígio com o coaching pessoal e profissional. Os animais, especialmente, são protagonistas deste trabalho.

Há pouco mais três anos lançou o livro “Minha vida com os mestres cavalos” (Editora Chiado), que conta a história da autora após conhecer um método inovador de Coaching Assistido com Cavalos, na França. Segundo ela, os animais representam as ações humanas.

Filha e neta de selecionadores de equinos da raça mangalarga, ela trouxe para o Brasil a metodologia para trabalhar com grupos ou pessoas aspectos como liderança e comportamento. “Necessitamos da ‘força de um cavalo’ para curar as desordens familiares, os desajustes e desacordos, o antagonismo, dores e confusões de nosso sistema familiar”, destaca Ruth. “Utilizamos os cavalos como representantes que impulsionam o cliente para uma ação, o que revela qual o lugar de cada individuo”, complementa.

Ruth Vilela é escritora, agropecuarista e coaching

 

CONHEÇA RUTH VILELA: 

  • Consteladora e Coaching Assistidos por Cavalos, Escritora do Livro “Minha Vida com os Mestres Cavalos” Editora Chiado ( 2ª Edição), Terapeuta, Jornalista e criadora de Cavalos da Raça Mangalarga, Estudiosa e pesquisados dos potenciais e comunicação dos cavalos.

  • Formação e cursando pós Graduação Hellinger Science.

  • Formações internacionais : França – Avignon Coaching assistido com cavalos com Claude Lheureux; México-Coaching de Liderança e Empresarial. Graduando-se Especialista pela AMECAC Holandês Ruud Knaapen – Constelação familiar assistida por cavalos; Chile – graduou-se em CACC de Emoções pela Equicoach; Chile – Coaching Ontológico com crianças e adolescentes, pela empresa Akuda; Colômbia – formação profissional em Coaching Gestaltico – “De A Caballo”, com Laura Bonilla; Argentina – Formação em constelação familiar sistêmica assistida por cavalos – Pacagua.

 

 

*Com informações de Chris Bueno, de São Paulo/SP

 

Postado por Felipe Queiroz