Sexta-Feira,
19/01/2018

Início > Artigo


Já pensou em viajar e acontecer algum imprevisto ou uma emergência? Destino escolhido, malas prontas, mas o que não pode faltar para uma viagem tranquila é um seguro viagem. Com a proximidade das férias, a procura de seguros viagens está aumentando nos últimos meses.

Na Solutions Seguros, agência especializada para seguro nacional e internacional em São José dos Campos, cresceu a procura pelos pacotes. A justificativa para a alta é a preocupação de quem vai viajar para que o passeio ocorra perfeitamente.

Ir para os Estados Unidos, Canadá e México, por exemplo, sem um seguro viagem pode ser um risco. O custo para cobrir gastos com saúde nesses países é bem caro. Já com o seguro podem ser incluídas despesas médicas, hospitalares, odontológicas, diárias por atraso de voo, perda ou roubo de bagagem e danos a malas, assistência jurídica, entre muitas outras.

Segundo o diretor comercial Jaime Nunes, a contratação de um pacote de seguro viagem é importante para evitar transtorno e não transformar a viagem em um fiasco. “As pessoas querem aproveitar e se divertir com os passeios e acabam esquecendo a importância de ter um seguro para se resguardar em algum imprevisto”, disse. O especialista em seguro destaca que é preciso escolher a melhor cobertura.

 

Coberturas
Em alguns países, a contratação do seguro é obrigatória: União Europeia, Venezuela, Cuba, Austrália e Nova Zelândia. Como o próprio nome diz, o seguro oferece assistência para o viajante, no embarque, durante a permanência no destino e no retorno. Na Solutions Seguros há planos internacional, intercâmbio, Europa, gestante, nacional, esporte radical, doenças preexistente, cruzeiro marítimo e corporativo, que podem ser solicitados pela internet.

“Os planos são oferecidos de acordo com a necessidade da pessoa e o valor depende do perfil escolhido, idade, trajeto e valor da apólice. Por exemplo, quem vai fazer um intercâmbio é possível contratar o seguro que cobre toda a assistência ao estudante”, explica o diretor comercial.

 

Importância
Para se ter uma ideia, o seguro viagem sai bem mais em conta do que alguns procedimentos no exterior. Uma simples consulta ao médico nos Estados Unidos ou na Europa pode encarecer a viagem, sendo em torno de U$ 200 ou € 150 os respectivos valores. Um raio-x, por exemplo, na França custa em média € 350 e o atendimento a uma pessoa que tenha fraturado o braço pode chegar a U$ 20.000 nos Estados Unidos.
Contratando um seguro internacional com cobertura de US$ 60 mil, o viajante gastará R$ 608,00 em média para duas pessoas, que em relação ao custo médio de uma viagem internacional representa 4% do gasto com passagens e estadia.

Além do seguro internacional, há também a cobertura em território nacional. Em uma simulação, uma viagem para duas pessoas por um período de doze dias chega a R$ 6.728 (incluindo passagem aérea e hotel quatro estrelas). Já o seguro pode cobrir despesas médicas e hospitalares em caso de acidente, por exemplo, em até R$ 30.000, por R$ 170,00.

“Para o seguro nacional, que ainda é um desconhecido para muitas pessoas que viajam sem sair do país, acredito que o valor do custo dele seja o maior atrativo, assim como a consciência de que depender da rede pública para um atendimento de emergência em algumas cidades pode ser um transtorno muito grande, além da incerteza do rápido atendimento e internação no caso de emergências”, acrescenta o diretor.

 

*Com informações de Fernanda Aleixo Assessoria

Postado por admin