Sexta-Feira,
19/01/2018

Início > Artigo


A técnica de implantes All on 4 é recente no Brasil, mas já está consolidada em outros países da Europa como uma alternativa aos tratamentos dentários convencionais com enxertos ósseos, dentaduras e próteses móveis e tem sido a principal solução adotada por clínicas odontológicas mais modernas. Em resumo é uma solução mais barata, mais simples, mais rápida, menos traumática e invasiva, que dispensa o uso de enxertos ósseos.

Em São José dos Campos esse procedimento inovador chegou através das mãos do dentista Rubens Escudero que explica quais os principais benefícios do método. “A grande vantagem desta técnica é poder reduzir, drasticamente, o tempo do tratamento. Além disso, é possível que o paciente consiga mastigar exatamente igual faria com os dentes naturais, pois os implantes são perfeitamente distribuídos para receber toda a carga”, explica Rubens.

O Dentista explica ainda que com a nova técnica é possível diminuir as dores e efeitos colaterais do tratamento feito com enxerto. “Antigamente, era necessário uma remoção de tecidos ósseos de outras partes do corpo, aumentando muito o tempo de recuperação. Agora, sem a necessidade do enxerto, a técnica ficou mais simples e mais confortável para o paciente”, completa.

Dentadura: solução ou agravante?

A dentadura, a médio e longo prazo, se torna um agravante para quem a utiliza. A pressão na gengiva causada pelo próprio movimento da mastigação acaba causando sérios desgastes no osso, deixando a dentadura solta na boca. Nesse estágio, o paciente acaba utilizando “colas” para tentar fixa-la, muitas vezes sem sucesso, pois na maioria dos casos a prótese continua solta, machucando a gengiva, podendo evoluir para um câncer de boca. Ou então o paciente acaba por abandonar a prótese, assumindo a sua condição desdentada.

Por isso, casos assim são os mais indicados para o uso da técnica All on 4. O método apresenta uma taxa superior a 98% de satisfação por parte dos pacientes. “Por ser menos traumática e mais rápida, é uma opção de tratamento muito atrativa, pois em um ou dois dias, é possível mudar radicalmente a qualidade de vida do paciente, resgatando a funcionalidade mastigatória, a estética do sorriso e da própria face, a facilidade da fala, a autoestima e o convívio social”, finaliza Rubens.

Postado por Jéssica Denz